Pesquisar no site

Contactos

Baldio Areosa

Largo da Liberdade
Areosa, Viana do castelo
4900-813

934593329
961879236

areosabaldio@hotmail.com

Os baldios têm um regime jurídico de eleição dentro do universo dos terrenos comunitários que permite o cumprimento de normativos essenciais para exercer actos de administração ou co-administração, no respeito da lei, dos usos e costumes e dos regulamentos aplicáveis. A gestão dos baldios, desde os seus bens e serviços, são exclusivamente da responsa-bilidade dos compartes através do Conselho Directivo.

FESTA NA FONTE LOUÇÃ

É com indisfarçável orgulho que o CD do Baldio de Areosa tem recebido os vários comentários sobre os trabalhos realizados na Fonte Louçã, bem como da forma como decorreu a festa/encontro ali realizada no passado dia 10/06.

As palavras elogiosas e de apoio recebidas constituem um incentivo à prossecução do nosso trabalho que passará, além de limpezas e florestação de diversas áreas, já em curso, pela continuação dos melhoramentos da Fonte Louçã, de modo a dotar a freguesia de um espaço onde as famílias ou grupos possam conviver, em harmonia com a natureza.

Agradecemos assim a todos os que, com a sua presença, contribuíram para o êxito deste evento que será o primeiro de muitos outros, a realizar anualmente.

Finalmente, será da mais elementar justiça agradecer publicamente à Comissão da Capela de S. Mamede, ao Grupo Etnográfico de Areosa e ao Agrupamento de Escuteiros do Sr. do Socorro, todo o apoio prestado.

Neste âmbito, merece especial destaque a Junta de Freguesia de Areosa que, conforme nos vem acostumando noutras situações, se mostrou sempre disponível e colaborante, quer com o fornecimento de materiais, quer com a afectação do seu pessoal sempre que se mostrou necessário.

O CD do Baldio de Areosa

Ligaçções

Breve história dos Baldios de Areosa

Breve história dos Baldios de Areosa   No início do século dezanove todo o território de Areosa, para além dos lugares e quintais do casario então existente e da veiga arroteada, eram terrenos de logradouro comum pertencente, por assim dizer, à coroa dado que Santa Maria de Vinha não dependia...

O PENEDO DA ERA É O PONTO DE ENCONTRO DAS FREGUESIAS DE AFIFE, CARREÇO; AREOSA E OUTEIRO LOCALIZADO NO MEIO DOS TERRENOS BALDIOS PERTENCENTES A ESTAS MESMAS FREGUESIAS.

O   Penedo  da  Era

( Ou de como o CAOP não é um documento fiável)

No ARCHIVO VIANENSE, de 1895, Figueiredo  da Guerra iniciou este seu trabalho precisamente com Santa Maria de Vinha ( de Areosa).  E não terá sido por acaso!

Logo na entrada escreveu:

A egreja de Vinea é sem dúvida alguma a mais antiga de todo o nosso extincto termo de entre Âncora e Lima: a ella pertenciam as collações de Âncora e Villate.

Na sua terra ou districto estavam as Villas de Vinea ou Vinha, de Figueiredo, da Foz e de Castro com varios casaes e herdades, estendendo os seus limites desde de Além do Ribeiro de Victorino ou do Pégo ao do Ameal sobre a Meadella, fechando no alto do monte Tarrujo ou Carregio, no penedo da Era ao Norte do ermitério de S. Mamede, que também estava na sua dependência.“

A análise de todo este parágrafo dará pano para mangas!  Fica para mais tarde. Centremo-nos por agora no Penedo da Era e seu conhecimento.

- Onde é que Figueiredo da Guerra foi buscar que a terra da egreja de Vinea fechava aí “…no alto do monte Tarrujo ou Carregio, no penedo da Era ao Norte do ermitério de S. Mamede…” ?

- Será desconhecimento meu das fontes ou mais uma manifestação do enigmatismo de Figueiredo da Guerra do qual Almeida Fernandes se queixava? Solicito desde já que os entendidos venham em socorro da minha ignorância.

Isto vem a propósito de que o saudoso Dr. Luis Branco de Outeiro,  homem que, de generoso também, resolveu  elogiar-me, em Agosto de 2005 nas páginas desta AURORA DO LIMA.  Tivéramos um encontro numa tarde de sábado no bar do Carvalho, na praia de Afife.  Naquele mesmo bar, que incomodando imenso na arriba, foi recentemente desmantelado. Falámos de Areosa e de Outeiro. Falei que éramos vizinhos de costas voltadas. De um texto por mim publicado na A AURORA DO LIMA de Abril de 1997 dizendo isso mesmo.   Perguntou-me dos fundamentos desse texto dado que a cartografia oficial não dava Outeiro confrontando com Areosa.

Afirmei  então  que  essa  cartografia estava errada  e convidei-o  a  subir à Chão Grande.  Lá chegados  mostrei-lhe  uma  laje  nativa  onde  os nossos antepassados tinham gravado um grande O e um grande A separados por um valente traço.

 

- Não fui eu que fiz isto! – Disse acrescentando que os sinais correspondiam ao que estava escrito no tombo de Outeiro. Ao contrário do que mostrava a cartografia oficial, esta, com Carreço a confrontar com Outeiro, apresentava aquela freguesia com a forma de um trapézio, que a estar correcta, colocaria parte de S. Mamede em Carreço, o que seria um disparate. Aliás o Padre Enes Trigo, nos inícios do século dezanove, no seu livro sobre a Comenda de Carreço, além de descrever  a fronteira com Areosa até ao Penedo da Era, tivera o cuidado de desenhar (ver imagem seguinte)  o contorno de Carreço que mais se parece com um triângulo de que com um trapézio. 

 

Estas considerações levaram o Nosso Dr. Luiz Branco a publicar então em 2005 nesta AURORA, esse tal texto em que mostrava um extracto da cartografia errada solicitando a sua correcção e invocando os meus “conhecimentos”.  Ver ilustração seguinte.

 

Ora esse extracto não era mais que a cópia de uma qualquer brochura da divisão administrativa do Concelho de Viana, realizada em cima da Carta Administrativa de Portugal – O tal CA(O)P editada pela Comissão Nacional do Ambiente, impressa no Instituto Hidrográfico em 1979, realizada pelo Eng. Agrónomo e Geógrafo José Correia da Cunha, ( o tal que em 2 de Fevereiro de 1972 na Assembleia  alertou para  tudo o que iria  acontecer a Portugal nas décadas seguintes!) errada neste caso como presumivelmente em tantos outros.

Aliás a própria entidade responsável assume o caracter não definitivo desse documento. Em Ofício datado de 12/05/2004, Refª. 1094/CIC-DEC/04 e dirigida ao Presidente da Junta de Freguesia de Areosa, O INSTITUTO GEOGRÁFICO PORTUGUÊS manifestava “… devendo esta versão da CAOP ser considerada como uma base de partida, sujeita a alterações sempre que sejam detectadas incorrecções e/ou imprecisões.” Aquando de uma reclamação feita pela Autarquia de Areosa.

Quanto ao Penedo da Era nunca vi este monumento mencionado em qualquer cartografia.

O que sei é que se encontra mencionado no livro da Comenda de Carreço, numa Acta da Junta de Freguesia de Areosa e, indirectamente, na remissão do foro dos Montados de Areosa.  E não sei de onde é que dele veio o conhecimento de Figueiredo da Guerra.

Mas há uma referência recente  ao mesmo.  Antunes de Abreu na sua História de Viana do Castelo logo de início a pgs. 91, e depois a pgs. 149, 170 e 200 fez publicar ilustrações da divisão de freguesias, quer expressa quer conjuntural, precisamente assentes nessa tal cartografia errada. (já Almeida Fernandes tinha apresentado em Como Nasceu Viana, pag. 71, uma hipótese de divisão de paróquias que embora apresentando já Outeiro a confrontar com Vinha, está longe da chegada desta ao tal Penedo da Era!

 

Mas e apesar disso e mesmo sem suporte de cartografia credível lê -se a Pgs. 129 da citada História de Viana do Castelo.

“A Igreja de Santa Maria de Vinha era a mais antiga da faixa litoral entre Minho e Lima e englobava as colações de Âncora e Vilar (Riba) de Ancora. Este território incluía as "Villas"  de Vinea, Figueiredo, Foz e Crasto (estas três últimas serão assento da Vila de Vianna) e outras até ao Castelo roqueiro Tarrúgio (Sec XI -XII) no Penedo da era (ao norte da Ermida de S. Mamede)”  Remetendo para  o que Almeida Fernandes escreveu na Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, onde este, por sua vez, cita Figueiredo da Guerra, acerca de  Vinha de Areosa.

Ora, o texto citado, mais não é o que Figueiredo da Guerra escrevera antes, com duas novidades:

- A primeira é a existência de “… outras… Villas…” (Informação que vem de Almeida Fernandes que não dizia apenas outras mas … muitas outras…. Resta saber quais e onde).

- A segunda é a existência de um Castelo Roqueiro ( Sec XI -XII) no Penedo da Era, que é uma novidade não só em relação ao texto de Figueiredo da Guerra como ao de  Almeida Fernandes.                                               

O facto de tanto Almeida Fernandes como Antunes Abreu falarem do Penedo da Era e apresentarem configurações erradas do contorno, (que tem tudo a ver com o Penedo da Era)  de Areosa (Vinha) leva a concluir  que não conheciam a localização do Penedo da Era. Quanto a Figueiredo da Guerra não disponho de informação para discernir.

Das leituras de França Amaral, tanto do Tombo do Couto de Cabanas como do de Outeiro, Era virá de “Estrera” sitio na Chã da Carvalha referenciado nos dois documentos.

Como estes monumentos (o castelo e o penedo) não estão identificados na cartografia disponível, para todos aqueles que no terreno se queiram inteirar onde fica o Penedo da Era, subam ao Monte Tarrúgio vão ter ao sitio do Castelo Roqueiro, que encontrão o Penedo nas cercanias. Para quem conheça a localização do Penedo da Era, e não saiba do Castelo, suba ao mesmo monte e vá ter ao Penedo. Deve ser lá perto!

                                                                   Lopesdareosa, Novembro de 2014

 

 

 

 

 

 

 

 

Notícias

Regulamento do Baldio

05-08-2022 11:18
Regulamento interno do Baldio Areosa.pdf (18930435)

Grande encontro Fonte Louçã 2018

21-05-2018 09:48
CARTAZ 2018.pdf (690,8 kB)

Venda de material lenhoso

18-01-2018 16:26
O Conselho Directivo do Baldio de Areosa vai promover a venda de material lenhoso num lote de terreno situado no Monte de Santa Luzia, mais concretamente entre o edifício conhecido por "Radar" e o cruzamento da estrada da Cova, com a estrada florestal.  A venda será realizada no rigoroso...

Caderno de Encargos

18-01-2018 16:19
  Caderno de Encargos Alienação de Material Lenhoso em Corte Sanitário Baldio da Freguesia de Areosa Secção A - Cláusulas gerais   Cláusula 1.ª O Conselho Directivo do Baldio de Areosa (adiante designado, abreviadamente, por CDBA) no uso das competências que lhe são atribuídas pela Lei...

ORDENAMENTO DA FLORESTA

06-02-2015 11:51
ORDENAMENTO DA FLORESTA ORDENAMENTO DA FLORESTA?   QUEM FOI QUE A DESORDENOU?   (Subsídios para a história do Monte de Areosa e algumas generalidades sem importância)   Bem, o que eu queria dizer era mesmo O MONTE. E isto no respeito que toca à Paróquia de Santa Maria de Vinha,...

Website lançado

06-02-2015 11:50
  Este site foi criado com o objectivo de informar todos os compartes de areosa sobre o baldio projectos, actividades e informações .  

 Sinalização de percursos no nosso baldio